Mundial de Rãguebi: Antoine Dupont regressa à seleção francesa após cirurgia

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mundial de Rãguebi: Antoine Dupont regressa à seleção francesa após cirurgia
Dupont sofreu uma pequena lesão
Dupont sofreu uma pequena lesão
AFP
Antoine Dupont, o talismã capitão da seleção francesa, regressou à equipa anfitriã do Campeonato do Mundo de Râguebi, uma semana depois de ter sido operado a uma fratura do osso da face, anunciou a Federação Francesa (FFR) este sábado.

"Na sequência do exame médico pós-operatório que teve lugar ontem (sexta-feira), Antoine foi autorizado a retomar a atividade física progressiva dirigida", declarou a FFR em comunicado.

"Esta atividade será realizada sob a supervisão do pessoal médico da equipa de França", acrescentou a mesma nota.

Espera-se que Dupont regresse a tempo dos quartos de final, caso a França se qualifique, no fim de semana de 14 e 15 de outubro.

O próximo jogo da França é contra a Itália, a 6 de outubro, em Lyon, onde uma vitória garantiria o primeiro lugar do Grupo A e um embate nos oitavos de final, muito provavelmente com a África do Sul, campeã do mundo.

Na quinta-feira, o médico da equipa francesa, Bruno Boussagol, disse estar "convencido" de que o regresso de Dupont não terá lugar contra a Itália.

"A notícia é tranquilizadora", disse Boussagol.

"Estamos lado a lado com ele, esperamos um regresso rápido. É uma situação complexa de gerir: temos um processo que nos obriga a ser cuidadosos. Mas o seu regresso está dependente da luz verde do cirurgião, isso é claro", explicou.

Dupont, 26 anos, foi ajudado a sair do campo durante a vitória por 96-0 sobre a Namíbia, em Marselha, a 21 de setembro.

O capitão da Namíbia, Johan Deysel, foi expulso por cinco jogos por causa do desafio.

Depois do jogo, Dupont manteve-se otimista, publicando nas redes sociais: "O espetáculo tem de continuar".

A ausência de Dupont na fase a eliminar seria um grande golpe para as hipóteses da França de levantar o troféu Webb Ellis pela primeira vez.

O médio do Toulouse ainda não perdeu em casa como capitão do seu país, uma série que remonta a 14 jogos.