Rybakina após triunfo em Indian Wells: "O maior objetivo é ser número um"

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Rybakina após triunfo em Indian Wells: "O maior objetivo é ser número um"

Elena Rybakina deixou para trás a número um e a número dois do mundo para vencer em Indian Wells
Elena Rybakina deixou para trás a número um e a número dois do mundo para vencer em Indian WellsAFP
A tenista cazaque, atual sétima colocada da hierarquia mundial feminina, admitiu ter como principal objetivo chegar ao lugar ocupado por Iga Swiatek, depois de ter batido Aryna Sabalenka na final de Indian Wells, naquele que foi o seu primeiro título esta época.

Elena Rybakina, que nasceu em Moscovo mas agora representa o Cazaquistão, perdeu 2.000 pontos de ranking no ano passado, depois de Wimbledon ter banido as atletas russas e bielorrussas do torneio após a invasão russa à Ucrânia. 

Agora, com o triunfo por 7-6(11) e 6-4 diante da número dois mundial Sabalenka, em Indian Wells, a jogadora de 23 anos chegou ao sétimo posto, a melhor classificação da carreira, e garantiu que quer continuar a escalar lugares.

Recorde aqui as incidências do jogo.

"Acho que o maior objetivo é, claro, ser número um. Ainda há um longo caminho, mas diria que esse é o objetivo final", vincou.

"Por agora, sou sétima, mas sabemos o quão rapidamente os rankings mudam. Por isso, tenho de estar sempre focada no próximo torneio que jogar. Estou apenas a tentar não pensar muito sobre os rankings", acrescentou.

A vitória de Rybakina diante de Sabalenka surgiu na sequência do seu impressionante triunfo sobre Swiatek, tornando-a na primeira a vencer a número um mundial e a segunda classificada da hierarquia nas meia-finais e na final de um torneio desde o feito conseguido por Garbine Muguruza em Cincinnati, há seis anos.

"Não pensei nisso, mas é uma boa estatística. Não sei o que dizer. Quando vou jogar contra alguém, tento não pensar nos rankings. Só quero dar o meu melhor e, no final, tentar vencer", explicou.