A temporada recorde de Max Verstappen na Fórmula 1 em números

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
A temporada recorde de Max Verstappen na Fórmula 1 em números
Verstappen, o rei da Fórmula 1.
Verstappen, o rei da Fórmula 1.
AFP
O triplo Campeão do Mundo concluiu uma campanha sem paralelo em Abu Dhabi, no passado domingo, com uma época marcada por vários recordes.

Eis alguns dos recordes estabelecidos:

- Número de vitórias numa temporada: com 15 vitórias em 2022, o neerlandês bateu o recorde partilhado pelos alemães Sebastian Vettel (2013) e Michael Schumacher (2004), com 13 cada, mas este ano foi ainda mais longe ao subir ao pódio em 19 corridas. Se convertermos este número em percentagem, ganhou 86,36% dos Grandes Prémios em 2023, ultrapassando "Schumi" (72,22% em 2004) e Vettel (68,42% em 2013).

- Vitórias consecutivas: no início de setembro, na pista de Monza, em Itália, o piloto da Red Bull somou a décima vitória consecutiva, superando o recorde de Vettel (nove em 2013). A série terminou em Singapura duas semanas depois, quando "Mad Max" só conseguiu terminar em quinto lugar numa corrida ganha pelo espanhol Carlos Sainz.

- Número de pontos somados numa época: Verstappen terminou a época de 2023 com 575 pontos, o primeiro na história a ultrapassar o meio milhar. O novo recorde deve-se também à nova atribuição aplicada desde 2010 (25 para o vencedor da corrida em vez de 10), a um maior número de corridas e ao aparecimento das corridas sprint - seis em 2023 - que dão pontos adicionais. Apesar de tudo isto, apenas bateu o seu próprio recorde do ano passado (454), para além de ter melhorado os 413 de Lewis Hamilton em 2019. Além disso, ele somou mais pontos do que os pilotos da Mercedes, vice-campeões na classificação dos construtores (409).

- Distância para o segundo classificado: Max termina a época com 290 pontos de vantagem sobre o seu companheiro de equipa Sergio Pérez, segundo classificado no Campeonato do Mundo. Ele também quebrou o recorde de distância entre o campeão e o vice-campeão, que era de 155 pontos entre Vettel e Fernando Alonso em 2013.

- Maior número de pódios numa temporada: subiu ao pódio em 21 de 22 corridas, apagando outro dos seus recordes, estabelecido em 2021, com 18 em 22 Grandes Prémios. No entanto, Schumacher continua a ser o único piloto da história a ter estado presente nas três primeiras posições em todas as corridas (2002), algo que Verstappen não conseguiu igualar após o seu quinto lugar em Singapura.

- Maior número de voltas como líder de corrida: nesta temporada, Mad Max liderou 1.003 voltas de um total de 1.325, 264 a mais do que Vettel fez em 2011, que foi até agora o mais destacado. Verstappen também já superou o recorde do britânico Jim Clark, que liderou 71,47% do total em 1963. Ele também é o primeiro piloto a ultrapassar as 1.000 voltas como líder.