Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

MotoGP/Portugal: Miguel Oliveira volta a falhar Q2 ao ficar em 17.º nos treinos livres

Piloto português vai ter que passar pela Q1 no sábado
Piloto português vai ter que passar pela Q1 no sábadoAFP
O piloto português Miguel Oliveira (Aprilia) foi esta sexta-feira 17.º nos treinos livres para o Grande Prémio de Portugal de MotoGP, segunda prova da temporada, que se disputa este fim de semana no Autódromo Internacional do Algarve (AIA).

O corredor luso fez o seu melhor tempo em 1.39,048 minutos, empatando exatamente com o seu companheiro de equipa, o espanhol Raul Fernandez (Aprilia), e ficando a 0,991 segundos do mais rápido, o italiano Enea Bastianini (Ducati). O australiano Jack Miller (KTM) foi o segundo, a 0,118 segundos, com o espanhol Marc Márquez (Ducati) em terceiro, a 0,153.

O piloto espanhol sofreu uma queda no final da sessão, ao deixar fugir a frente da sua mota, naquele que foi a primeira queda da temporada para o seis vezes campeão.

Quanto ao português, Oliveira vinha a ganhar tempo nos primeiros três setores, mas acabaria por ceder meio segundo no derradeiro, não indo além do 17.º lugar.

Desta forma, o piloto da equipa Trackhouse terá de passar pela primeira fase da qualificação (Q1), no sábado, de forma a tentar uma das duas vagas para a Q2, que reúne os 12 melhores dos 22 pilotos da grelha.

Nesta sessão, em que a pista já se apresentou mais limpa, depois de a sessão da manhã ter sido afetada pelas areias vindas do deserto africano, caíram Jack Miller (KTM), Alex Márquez (Ducati), Aleix Espargaró (Aprilia), além de Marc Márquez (Ducati), Luca Marini (Honda) e Franco Morbidelli (Ducati).

Além dos três primeiros classificados, seguem diretamente para a Q2 no sábado Jorge Martin (Ducati), Brad Binder (KTM), Marco Bezzecchi (Ducati), Maverick Viñales (Aprilia), Francesco Bagnaia (Ducati), Fábio Quartararo (Yamaha) e Alex Rins (Yamaha).

Desta forma, Pedro Acosta (GasGas), Fábio Di Giannantonio (Ducati), Alex Márquez (Ducati), Aleix Espargaró (Aprilia), Franco Morbidelli (Ducati), Takaaki Nakagami (Honda), Miguel Oliveira (Aprilia), Raul Fernandez (Aprilia), Joan Mir (Honda), Johann Zarco (Honda), Augusto Fernandez (GasGas) e Luca Marini (Honda) terão de passar pela Q1, no sábado.

Nas Moto2, o espanhol Alonso Lopez (Speed Up) foi o mais rápido, batendo o espanhol Aaron Canet (Fantic) por 0,013 segundos, com o norte-americano Joe Roberts (American Racing) em terceiro, a 0,183.

Em Moto3, o colombiano David Alonso (Aspar) foi o primeiro, com 0,037 segundos de vantagem sobre o australiano Joe Kelso (BOE), e 0,679 segundos sobre o italiano Matteo Berttele (Rivacold), que foi terceiro.

O GP de Portugal de MotoGP é a segunda de 21 provas do Mundial de Velocidade e disputa-se até domingo no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão.