O drama do Liechtenstein: pleno de derrotas em 2022 e 27 jogos seguidos sem vitórias

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

O drama do Liechtenstein: pleno de derrotas em 2022 e 27 jogos seguidos sem vitórias

O Liechtenstein volta a jogar em junho
O Liechtenstein volta a jogar em junhoAFP
As hipóteses de o Liechtenstein chegar ao Euro-2024, na Alemanha, são escassas, especialmente depois das goleadas sofridas (4-0 e 7-0) ante Portugal e Islândia.

Sabe localizar o Liechtenstein no mapa? Não se preocupe, isto não é um teste de geografia. E também não se trata de futebol, mas sabe dizer quando foi a última vez que esta equipa ganhou? Já passaram mais de dois anos e é preciso recuar-se a 7 de outubro de 2020, quando não haviam adeptos nos estádios e as máscaras de rosto estavam em vigor.

A equipa sedeada em Vaduz venceu o Luxemburgo por 2-1 num jogo amigável. Um mês antes, tinha vencido San Marino por 2-0, terminando essa edição da Liga das Nações em segundo lugar, apenas atrás de Gibraltar. Ganharam duas vezes seguidas e isso foi um feito histórico, principalmente porque nunca tinham conseguido nada parecido neste século.

Vale a pena notar que somam agora 15 derrotas seguidas. A última vez que não perderam foi a 8 de setembro de 2021, num empate (1-1) com a Arménia. Foi uma partida da fase de apuramento para o Campeonato do Mundo no Catar, que obviamente não conseguiram alcançar. Todos os resultados, desde então, foram negativos, pelo que 2022 foi um ano trágico.

Esta recente maré de azar, com poucos momentos felizes, inclui jogos contra adversários aparentemente fáceis, como as Ilhas Faroé (5-1) e Malta (3-0). O Liechtenstein terá de esperar até junho para ter outra oportunidade de voltar a ganhar e evitar uma seca de três anos: no dia 17 de junho, enfrentarão o já mencionado Luxemburgo, a sua última vítima. É, portanto, o cenário idílico para redescobrir o doce sabor da vitória.