Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Hóquei em patins: Xavi Malián carrega FC Porto (4-5*), Benfica (2-4) também nas meias-finais

Riba D'Ave vendeu muito cara a derrota
Riba D'Ave vendeu muito cara a derrotaFC Porto
No segundo jogo dos quartos de final do play-off do campeonato nacional, os dragões tiveram que suar para vencer uma combativa equipa do Riba D'Ave num desempate por grandes penalidades com apenas um golo, depois de um empate 3-3 no tempo regulamentar e 4-4 no prolongamento. Já o Benfica triunfou na visita ao Valongo por 2-4. Com este resultado, as duas equipas avançam para as meias-finais, onde aguardam pelo próximo adversário.

Riba d'Ave 4-4 FC Porto (0-1, nas grandes penalidades)

O que parecia estar encaminhado, rapidamente descarrilou. Este poderia ser o título da crónica deste duelo que, com um golo aos quatro minutos da primeira parte, anotado por Carlo di Benedetto, e outro de Hélder Nunes, no início do segundo tempo, poderia não ter muita história para contar. Mas se o primeiro jogo da série nos ensinou algo, é que os homens de Raúl Meca nunca atiram o stick ao chão.

Gustavo Pato reduziu a diferença pouco depois, antes de Gonçalo Alves ter dilatado novamente para 1-3. Mas Gustavo estava inspirado e, em dois minutos, completou o seu hat-trick pleno de oportunidade, levando o jogo para o prolongamento. 

Os dragões sufocaram o adversário na etapa complementar e foram recompensados à saída para o descanso, com o tento de Ezequiel Mena a fazer o 3-4. Pedro Silva viu um cartão azul no início da segunda parte do prolongamento, com penálti a beneficiar o FC Porto, num momento que parecia ter condenado os anfitriões.

Gonçalo Alves desperdiçou a bola parada porque o árbitro ainda não tinha apitado e, com um homem a menos, Rui Silva fez um golaço que colocou o 4-4 no marcador e atirou a decisão para a disputa por grandes penalidades.

Num duelo épico, foi uma pena o fim anticlimático. Isto porque, Hélder Nunes foi o primeiro a atirar à baliza e a converter, numa série onde todos os outros falharam. Xavi Malián foi o herói da partida ao defender quatro cobranças.

Valongo 2-4 Benfica

Depois de uma goleada por 7-0 na Luz, as águias entraram com toda a confiança no segundo jogo da série numa visita sempre complicada, mas que ficou facilitada quando Roberto di Benedetto inaugurou o marcador aos 17 segundos. Longe de estar satisfeito, o francês bisou à saída para o intervalo.

No reatamento, com mais uma boa entrada na quadra, o Benfica reforçou a vantagem através de Nil Roca, com resposta quase imediata de Miguel Moura a reduzir para os caseiros. Ainda assim, Gonçalo Pinto fez o 1-4 pouco depois, quebrando a resistência valonguense. A quatro minutos do fim, João Almeida ainda reduziu para 2-4, mas não evitou a eliminação da sua equipa.

Resultados dos quartos de final do Campeonato Nacional:

FC Porto 2-0 Riba D'Ave (4-3); (4-5, após gp).

Benfica 2-0 Valongo (7-0); (2-4)

Sporting 1-0 Tomar (3-2) - segundo jogo dia 23 de maio, 21:30

Oliveirense 1-0 OC Barcelos (5-4) - segundo jogo dia 23 de maio, 21:30