Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Membro da equipa McLaren levado para o hospital após incêndio no GP de Espanha

Bombeiros trabalharam para apagar incêndio na caravana da McLaren no Circuito da Catalunha
Bombeiros trabalharam para apagar incêndio na caravana da McLaren no Circuito da Catalunha AFP
Um membro da equipa da McLaren foi levado para o hospital, depois de um incêndio ter forçado a equipa de Fórmula 1 a evacuar a sua sede no paddock, antes dos treinos finais e da qualificação no Grande Prémio de Espanha, este sábado.

A equipa afirmou que os serviços de emergência do Circuito da Catalunha e os bombeiros locais estiveram no local poucos minutos após o alarme e que o fogo no centro de hospitalidade foi rapidamente extinto.

"Um membro da equipa McLaren foi levado para o hospital por precaução, e todo o pessoal da McLaren e os convidados foram contabilizados", acrescentou a McLaren, agradecendo às equipas rivais pelas suas ofertas de assistência.

O drama, com os carros de bombeiros no paddock e a área em torno da hospitalidade da equipa isolada, não teve impacto aparente nos pilotos da equipa, que utilizam a construção temporária como base no paddock.

Lando Norris, da McLaren, foi o segundo mais rápido no último treino, com o australiano Oscar Piastri em 10.º.