José Mourinho atirou medalha para uma criança e não se quis focar na arbitragem

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
José Mourinho atirou medalha para uma criança e não se quis focar na arbitragem
José Mourinho atirou medalha para a bancada
José Mourinho atirou medalha para a bancada
AFP
Depois de cinco finais conquistadas, a última das quais na última temporada, já na Roma, conquistando a Liga Conferência, José Mourinho foi esta quarta-feira derrotado na final da Liga Europa, perante o Sevilha, nas grandes penalidades (1-4), depois do empate a um golo no final do tempo regulamentar e do prolongamento.

Depois da cerimónia da entrega das medalhas, José Mourinho encaminhou-se para o túnel de acess aos balneários e, antes, atirou e sua medalha para a bancada, na direção de um jovem sortudo.

A criança que ficou com a medalha de José Mourinho
AFP

Apesar da arbitragem de Anthony Taylor ter merecido protestos do treinador português e do treinador da Roma, José Mourinho, desta vez, não quis focar-se na atuação do árbitro inglês para resumir a final em Budapeste e, já na conferência de imprensa, voltou a ser questionado sobre o seu futuro no comando técnico da Roma.

"Quero ficar, mas os meus jogadores merecem mais. E eu mereço mais também. Estou um pouco cansado de ser treinador, diretor de comunicação e de ser aquele que diz que fomos roubados. Estou cansado de ter de ser tanto. Quero ficar, mas com condições para dar mais. Na próxima época não jogaremos a Liga dos Campeões e acho que é uma boa notícia. é paradoxal, mas ainda não somos uma equipa de Liga dos Campeões", afirmou José Mourinho.

Recorde as incidências da final da Liga Europa